sexta-feira, 24 de abril de 2015

Como foi a minha fase "tentante"

{Dúvidas das leitoras}

Hoje é dia de responder aos muitos emails que recebo de leitoras tentantes. Reuni as perguntas que mais chegam e transformei em post:

Você sempre sonhou em ser mãe?
Na verdade, não!! Batia no peito e dizia que jamais teria filhos. Só que, aos 35 anos, me deu uma vontade incontrolável. Foi inexplicável sentir aquilo! Nunca achei que aconteceria comigo, mas o relógio biológico realmente funciona.....rsrsrsrs.....

O marido também queria a gravidez ou precisou ser convencido a ser papai?
Ele sempre teve mais vontade do que eu. Bem antes de sentir esse desejo no meu coração, ele já sentia no dele.

Como foi o planejamento da gravidez?
Entre decidirmos engravidar e realmente botar o plano em prática (parar com o remédio), foi 1 ano e meio. Quando estávamos prestes a começar, tivemos que mudar de cidade, daí achamos melhor adiar até que eu encontrasse um médico de confiança e que estivéssemos bem estabelecidos na cidade nova.

Como se preparou para a gravidez?
Meu médico pediu um batalhão de exames que incluía sangue, fezes e urina. Passei a tomar ácido fólico 30 dias antes de parar com a pílula. Passei a caprichar mais na dieta e nos exercícios pra tentar emagrecer até engravidar, já que estava acima do peso. Dos 5kg que queria emagrecer, deu tempo de perder 3kg.

Demorou pra engravidar?
Foram 5 meses.

Ficou muito ansiosa?
Nadinha!! Meu médico explicou que, como havia tomado pílula por muitos anos, a espera seria de 6 a 18 meses. Como engravidei antes disso, não estava esperando na verdade.

Usou algum truque pra engravidar mais rápido?
Não.

Usou algum truque pra ter menino?
Não.

Como desconfiou da gravidez?
Depois de 5 dias de atraso da menstruação.

E como confirmou a gravidez?
Comprei um teste de farmácia. Mesmo com a bula pedindo pra fazer o teste com a primeira urina da manhã, não resisti e fiz assim que comprei - logo após o almoço. Quando deu positivo, fui até o laboratório pra confirmar com o exame de sangue.

Estava com quantas semanas quando descobriu?
Estava com 5 semanas.

O que sentiu quando descobriu a gravidez?
Na verdade, a ficha demorou bastante pra cair. Só fui me ligar meeeeesmo quando fiz o ultrassom.

Qual foi a reação de vocês?
Nada muito emocionante - rsrsrsrs.....ficamos meio abobados olhando aquelas duas listrinhas no teste de farmácia!

E a reação da família?
Esses sim ficaram eufóricos!! Acho que já tinham perdido as esperanças, já que estávamos casados há 10 anos....rsrsrsrsrs.....demos a notícia por telefone, pois morávamos longe e também divulgamos no Facebook para os amigos! Foi bem gostoso!!

Quando começaram os enjôos?
Quando completei 9 semanas de gestação. E eles duraram a gravidez inteirinha, infelizmente.

Se sentiu mãe desde o primeiro dia?
Não! Só depois de ver o ultra mesmo. Na época, com 8 semanas de gravidez.

O que ficou marcado em sua memória sobre o dia em que confirmaram a gravidez?
A data: 27/07/2012. Essa data ficou marcada porque era uma data muito triste pra todos nós. Data em que se completavam 5 anos da morte do meu irmão. Deus foi tão bom que trocou uma data de profunda tristeza por uma data de imensa alegria. Lembro nitidamente da mudança de voz da minha mãe ao telefone. Quando atendeu, estava muito triste. Depois da notícia de que seria avó, era como se fosse outra pessoa!

Quando se sentiu realmente grávida?
Estava com 10 semanas. Fui passar do banco do motorista para o banco do passageiro e senti uma dor na barriga porque a bermuda apertou. Ali eu me dei conta: tenho que tomar cuidado. Agora tem uma pessoinha aqui dentro.

Quando a barriguinha, enfim, apareceu?
Quando estava com 13 semanas.

Teve algum susto no primeiro trimestre?
Graças a Deus, não!

E durante o restante da gravidez?
Minha gravidez foi muuuuito tranquila!! Tirando os enjôos, nem me sentia grávida. Tinha disposição, não fiquei inchada, fiz atividade física até as 36 semanas (e só parei porque o médico pediu), dirigi até quase o dia do lindão nascer, não tive dor nas costas nem dificuldades pra dormir. Foi tudo às mil maravilhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário