terça-feira, 18 de novembro de 2014

Chupeta: mocinha ou vilã?

E hoje vou responder a mais dúvidas de mamães e gravidinhas aqui do blog: recebo vários emails e recados me perguntando da chupeta. O que eu acho, como fiz meu baby "pegar", se atrapalhou a amamentação, etc. Então, achei bacana unir todas as perguntas em um único post pra facilitar a leitura de vocês:

Como você conseguiu fazer seu bebê aceitar a chupeta?
Foram 3 meses até ele realmente "pegar" a chupeta. Antes disso, ficava um tempo com ela na boca, mas logo ela caía ou ele mesmo empurrava com a língua quando dormia. Mas íamos lá e colocávamos a chupeta de novo na boquinha dele caso ele chorasse. Outra coisa que funcionou foi ir trocando de marca até perceber a que melhor se adaptou a ele. No meu caso, foi a MAM.

A chupeta atrapalha mesmo a amamentação?
Não posso falar pelas outras mães, mas pelo menos no meu caso, não atrapalhou em nada. Ele mamou super bem até os 11 meses e desmamou porque quis e quando quis.

Como é o esquema na sua casa? Ele usa a chupeta quando quer ou em horários controlados?
Quando os dentes estão incomodando demais, a chupeta ajuda a aliviar, então, deixamos ele mais tempo com ela na boca, mas normalmente, o que fazemos é o seguinte: chupeta é sinônimo de soninho. Só usa pra dormir mesmo! Como conseguimos isso? Criamos uma brincadeira que ele acabou curtindo bastante: deixamos um ursinho de pelúcia no berço dele. Desses pequenininhos mesmo e dizemos que o ursinho é quem cuida da "pepeta" pra ele. Quando sai do berço, digo: e quem vai cuidar da sua pepeta agora? E ele já vai entregando a chupeta para o ursinho. Funcionou super bem por aqui!

Qual é o melhor modelo e marca?
Acho que não existe isso. O melhor modelo e a melhor marca é aquele que o baby aceita. Por isso, vale a pena ir trocando e se adaptando até encontrar a melhor para seus pequenos. Aqui em casa, a que foi melhor aceita foi a MAM Perfect.

Quando você percebeu que seu baby precisava de chupeta?
Na verdade, sempre fui a favor, pois tenho amigas que sofreram muito pra fazer as crianças pararem de chupar o dedo e, também, pra cortar o vício dos pequenos em ficar no peito o dia todo. Então, um dos primeiros itens do enxoval que comprei foi a chupeta. Na maternidade, percebi que ele ficava com o dedinho na boca sempre. Ali mesmo, já começamos a oferecer a chupeta.

Afinal, qual é a grande vantagem da chupeta?
Costumo dizer que ela traz paz e tranquilidade para o bebê, mas principalmente, para os pais (mais ainda para a mãe). Os bebê nascem com a necessidade física de chupar. Eles precisam disso praticamente o dia inteiro. Sem a chupeta, a única opção deles é o seio da mãe. Até aí, tudo bem. O problema é que, com o tempo, a criança cria uma dependência imensa do peito e isso acaba prejudicando a mãe, que passa a não dormir mais direito a noite ou que não consegue realizar tarefas simples durante o dia porque precisa estar ali para suprir essa dependência. Conheci muitas mães nos grupos do Facebook que simplesmente não dormiam mais, não conseguiam comer, porque os bebês não as deixavam sair de perto ou, no caso da noite, se mexerem na cama.

E os problemas com a dentição?
A chupeta só provoca problemas se for usada por mais do que 3 anos.

Li que o uso da chupeta atrasa o processo da fala. Como foi com você?
Pode ser porque meu baby só usa na hora de dormir, mas por aqui não tive problemas com isso não. Pelo contrário. Meu baby fala pelos cotovelos há muitos meses.

Quais os cuidados que você toma com a chupeta?
Faço a esterilização a cada 3 ou 4 dias (a chupeta da MAM já vem em uma caixinha que faz a esterilização depois...bem prática) e fico sempre atenta às condições da chupeta pra ver se não está rasgada, por exemplo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário